Arquivo

Archive for the ‘APPLE’ Category

Conheça um pouco mais sobre o chip M7 da Apple

M7-APPLECom o lançamento do iPhone 5S, uma das novidades que podem ser apreciadas pelos compradores do aparelho é um novo componente, chamado apenas de M7. Em uma explicação breve, ele é uma espécie de co-processador que foca o seu trabalho nos movimentos feitos por você com o aparelho.

Isso quer dizer que ele pode fazer com que jogos e diversos softwares fiquem mais “espertos” em relação aos comandos feitos com a inclinação do smartphone, por exemplo. No entanto, por ser algo bastante recente, nem todos os desenvolvedores de aplicativos conseguiram sincronizar os seus produtos.

Para descobrir uma pouco mais sobre o M7, o pessoal do site 9to5Mac entrou em contato com os responsáveis pelo aplicativo ARGUS. Este software foi o primeiro a se adequar ao M7 e tem o objetivo de ser um auxiliar para regular seus exercícios físicos, alimentação e saúde — ele é considerado um dos melhores programas do gênero.

Algumas melhorias bacanas

ARGUS

(Fonte da imagem: Divulgação/iTunes)

Nos outros modelos de celulares inteligentes da Apple, o ARGUS consumia até 30% de energia da bateria, já que estava trabalhando em segundo plano para identificar os passos dados pelo dono do aparelho — coisa feita com o acelerômetro e com o GPS. No entanto, o próprio M7 é capaz de realizar essa função, de modo que o app acaba não consumindo mais bateria.

O M7 conta com uma boa capacidade de memória, armazenando dados de sete dias de caminha, por exemplo. Com isso, quando você instalar o aplicativo, já há dados disponíveis para que ele trabalhe — além disso, ele consegue diferenciar andar de correr ou até mesmo de andar de carro, melhorando a exatidão do ARGUS.

Além de tudo isso, o M7 permite que o aplicativo trabalhe sem interferir no funcionamento da CPU do smartphone, de modo que o aparelho pode trabalhar de maneira mais eficiente em outras operações. Por conta disso, o pessoal da ARGUS está conversando para que fabricantes de gadgets com Android comecem a utilizar componentes deste gênero.

Com isso, é possível notar que a novidade é ótima para quem pretende desenvolver aplicativos que envolvam movimentos e também para as pessoas que costumam fazer exercícios — e todas as qualidades apresentadas não interferem de maneira danosa no funcionamento de todo o smartphone, o que é bem bacana.

Fonte: 9to5Mac

Anúncios

APARELHOS COM SISTEMA IOS TEM CONEXÃO USB VULNERÁVEL!

carregador apple modificado - Reprodução-ForbesUma criativa equipe de pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Georgia, nos Estados Unidos, encontrou uma maneira de infectar os aparelhos portáteis da Apple, considerados os mais seguros e protegidos contra ameaças.

Utilizando um carregador de energia modificado, os pesquisadores puderam inserir um malware dentro do sistema iOS em apenas um minuto com o cabo conectado ao aparelho. Com a conexão pela entrada USB do dispositivo, o programa infeccioso não foi detectado pelos mecanismos de proteção e se infiltrou, com facilidade, no sistema de programação.

Ameaça pelo cabo de energia

Para testar as possibilidades de falhas de segurança nos aparelhos da Apple, os pesquisadores examinaram as medidas de proteção do sistema iOS e descobriram que, apesar da política rígida para instalação de software a partir das conexões de rede, há pouca defesa contra malwares transferidos através da porta USB.

Para demonstrar a vulnerabilidade do iOS, a equipe montou um carregador elétrico utilizando uma placa de hardware BeagleBoard, de baixo custo e de fácil obtenção, com o malware instalado. O modelo foi escolhido para mostrar que se pode construir um dispositivo mal-intencionado para infectar os aparelhos da Apple.

O resultado da experiência, que os pesquisadores devem apresentar em detalhes no evento Black Hat entre julho e agosto, é alarmante. O malware foi capaz de comprometer completamente o sistema, independente de qualquer uso ou ação do usuário. A equipe promete levar ao evento sugestões de como a Apple pode contornar esse problema.

Fonte: Black Hat, Forbes

“JOBS” O TRAILER JÁ ESTA NA WEB!

jOBSO filme que conta a história de Steve Jobs, fundador da Apple, será exibido pela primeira vez em sessão exclusiva no festival Sundance de Cinema, nos Estados Unidos. Um trailer do filme foi disponibilizado na rede.

No trecho de jOBS, nome do filme em inglês, os fundadores da Apple aparecem em uma breve discussão a respeito do futuro da computação. Steve Jobs, interpretado por Ashton Kutcher, questiona Steve Wozniak, interpretado por Josh Gad, sobre o papel de um sistema operacional.

“Isto é liberdade! Liberdade para criar, para fazer, para construir, como artista, como indivíduos!”, afirma Jobs. Wozniak rebate: “Você está exagerando! Mesmo que você esteja desenvolvendo isso pra doidos como nós, e dúvido que você esteja, ninguém que comprar um computador. Ninguém!”

“Como alguém sabe se quer um [computador] se nunca viu um?”, retruca Jobs, com uma frase de efeito.

Categorias:APPLE, CINEMA Tags:,

NOVO IPAD 4

A Apple lançou ontem o tão esperado iPad 3 num evento em São Francisco, nos Estados Unidos. O novo modelo da Apple é mais rápido e mais nítido do que o seu antecessor, e tem ainda a opção de banda larga sem fios com acesso mais rápido.

Horas antes da Apple abrir as portas já se aglomeravam grupos de pessoas à porta do Yerba Buena Center, em São Francisco, Estados Unidos, a aguardar o início da cerimónia de lançamento do iPad 3.

Tim Cook anunciou há minutos que o novo “tablet” tem um processador mais rápido, um ecrã mais nítido e uma opção de banda larga sem fios com acesso mais rápido.

Tim Cook avançou que o novo iPad terá um ecrã de 9,7 polegadas. O novo iPad 3 está equipado com processadores A5X e ecrã com 2048×1536.

A vida útil da bateria do iPad 3 é igual à do iPad 2 e o novo tablet traz um suporte a conexões 4G (LTE). A bateria do dispositivo durará nove horas quando este estiver ligado em LTE.

O novo iPad 3 terá um ecrã com mais qualidade e Retina Display, característica já existente no iPhone. A qualidade HD reduz a distância entre os pontos no ecrã de LCD e torna as imagens mais nítidas.

O tablet terá uma câmara igual à do iPhone 4S. O iPad estará disponível nos Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Hong Kong, Japão, Porto Rico, Singapura, Suíça, Reino Unido e Austrália a partir de 16 de Março.

No final do mês o novo iPad chega a Portugal, Áustria, Bélgica, Bulgária, República Checa, Dinamarca, Finlândia, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Liechtenstein, Luxemburgo, Macau, México, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Polónia, Roménia, Eslováquia, Eslovénia, Espanha e Suécia.

Os preços variam entre 499 e 829 dólares (629,4 euros). O iPad 3 terá também um saturação 44% maior.

“O novo iPad eleva os tablets a um novo nível”, disse Tim Cook.

Categorias:APPLE, IPAD Tags:

Novo Mac OS X mais interativo com iPhone e iPad

Na semana passada, a Apple apresentou seu novo sistema operacional para computadores da linha Mac, o Mac OS X Mountain Lion – que deve chegar ao mercado até o final de setembro. Para a nova versão, a companhia pretende lançar mais de 100 novos recursos – alguns deles vindos do iOS 5, o sistema por trás de dispositivos como iPhone e iPad. A tática é simples: se o serviço funciona bem, por que não inseri-lo em outros produtos? Além disso, esse compartilhamento de programas vai permitir uma integração melhor entre smartphones, tablets e PCs. Confira os principais recursos a seguir.

 

1. Messages: derivado do iMessages para iOS 5, que deve substituir o atual iChat como sistema de mensagens instantâneas do sistema. O aplicativo permite que os usuários acessem suas conversas no tablet ou smartphone também, com direito a histórico. Basta sincronizar os dispositivos com o iCloud.

2. Notification Center: foi um dos recursos mais aguardados pelos usuários de iPhone. Ele oferece em um único lugar todos os avisos pertinentes ao usuário, como chegada de novas mensagens, compromisos anotados no calendário ou a atualização de um aplicativo. A versão para Macs vai funcionar da mesma forma, reunindo todos os avisos do sistema em um único lugar.

3. Game Center: permite que os usuários gravem seus avanços e recordes, além de oferecer uma espécie de rede social ao permitir a interação com outras pessoas interessadas no assunto. A versão para Mac vai acessar esses dados e ainda incluir informações sobre jogos exclusivos para o Mac. É algo interessante e já testado pela Microsoft ao compartilhar sua rede Live entre computadores, videogames e smartphones com o sistema Windows Phone.

4. AirPlay Mirroring: assim como no iPad ou iPhone, usuários de Mac poderão transmitir o que estiverem vendo em suas telas para a tela de TV, desde que a mesma estaja conectada a uma Apple TV. Tudo via rede Wi-Fi, sem a necessidade de fios.

O que faltou copiar do iOS?

1. iBooks e Newsstand: as plataformas para livros e revistas do iOS 5. O serviço é relativamente simples, poderiam ter inserido.

2. Siri: a assistente pessoal presente no iPhone 4S. O detalhe é que ela não está presente nem no iPad ainda.

3. iCloud Backup: o sistema de backup na nuvem. Este é ate compreensível: o volume de programas de um Mac ocuparia muito mais espaço no serviço de armazenamento.

O preço da atualização do sistema ainda não foi divulgado. Mas, se ele seguir os padrões da empresa, o valor deve ficar em torno dos 30 dólares – e pode ser feita via internet.

ANATEL AUTORIZA VENDA DA APPLE TV NO BRASIL

A Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) homologou a Apple TV e, agora, o equipamento tem autorização e já pode ser comercializado legalmente em território nacional.

Dados sobre a homologação foram colocados no site da agência. A Apple TV é um dispositivo que permite reproduzir mídia digital na TV. O usuário conecta o aparelho ao televisor e pode assistir conteúdo da iTunes Store via streaming.

Não há informações de quando será o lançamento do produto no mercado nacional, muito menos qual será o preço. Nos EUA, a Apple TV sai por US$ 99.

Categorias:APPLE, TV DIGITAL Tags:

A ÚLTIMA INVENÇÃO DE STEVE JOBS

Está na Biografia de Steve Jobs, que foi lançada na segunda-feira (24/10): o último plano do mago da tecnologia era revolucionar os aparelhos de TV, do mesmo modo que ele revolucionou os tocadores de MP3 e os computadores. No Washington Post, trechos do livro de Walter Isaacson, contam que Steve Jobs “queria muito fazer com os televisores o mesmo que fez com computadores, players de música e telefones: fazê-los simples e elegantes”.

Ainda segundo o biógrafo, Jobs afirmou: “gostaria de criar um aparelho de TV integrado, completamente fácil de usar. Ele seria automaticamente conectado com outros aparelhos e seria sincronizado com o iCloud. Os usuários não mais precisariam se aborrecer com vários e complexos controles remotos para DVDs ou TV a cabo. Eu queria criar a interface mais simples que se pode imaginar, e finalmente consegui”.

Segundo o Washington Post, não há clareza total sobre o que Steve Jobs quis dizer com essas palavras, mas uma iniciativa da Apple nesse sentido poderia mudar as relações do mundo do entretenimento, da televisão e das telecomunicações.

Ainda estamos no campo dos rumores, porém, por mais de uma vez, e por diferentes fontes, já apareceram informações de que Apple teria, sim, seu projeto de aparelho de TV, e que a Apple TV (agora sob a forma de um aparelho de TV, e não apenas o set top box que já está nas lojas) pode ser lançada no final do ano que vem, em 2012.