Arquivo

Archive for the ‘INTERNET’ Category

NOVO REGISTRO PARA O AVAST

Todos sabemos que o AVAST é um dos melhores anti vírus gratuitos, muitos de meus clientes estão entrando em contato porque seus registros expiraram ou vão expirar e eles não estão conseguindo obter novos registros. Então gerei um NOVO REGISTRO e resolvi tornar disponível em meu Blog, como faço todos os anos, aproveitem.

Copie abaixo o novo Serial do Avast Home Edition e atualize seu antivírus gratuitamente, o serial é válido até Novembro de 2015.

SERIAL:

C15332193H1200A0915-0FH5JS20

Caso deseje gerar seu próprio

REGISTRO CLIQUE AQUI.

VEJA A BAIXO COMO REGISTRAR O SEU AVAST Leia mais…

Anúncios

Brasil é o pais mais espionado pelos Estados Unidos

edward-snowden.pngEm reportagem ao jornal O Globo e em entrevista ao Fantástico, o jornalista americano Glen Greenwald, que primeiro noticiou o caso NSA pelo The Guardian, relatou as razões do monitoramento norte-americano nas comunicações brasileiras.

O Brasil, de acordo com os documentos divulgados pelo ex-técnico em segurança digital da CIA Edward Snowden, é um dos países mais vigiados pelo programa PRISM que coleta dados telefônicos e de tráfego na internet.

Greenwald, que mora no Brasil, esteve com Edward Snowden em Hong Kong no começo de junho, quando o ex-agente da CIA entregou cerca de 5 mil páginas de documentos sobre o PRISM, o acordo de monitoramento dos cidadãos americanos feito com as grandes empresas de telecomunicações americanas e o esquema de vigilância em países estrangeiros.

No aeroporto em busca de um asilo

Snowden, que teve seu passaporte cancelado pelo governo, continua em uma zona de trânsito do aeroporto de Moscou desde que chegou de Hong Kong há cerca de duas semanas, à espera de um asilo político.

Venezuela, Nicarágua e Bolívia já ofereceram asilo a ele, mas há dificuldades logísticas para ele chegar a essas nações sem passar pelo espaço aéreo de países europeus, que poderiam obrigar o pouso da aeronave que o estiver transportando.

Para o especialista francês em casos de espionagem Sebastien Laurent, “Snowden é um homem morto e, diante da gravidade do que fez, jamais encontrará um refúgio seguro”.

O jornalista americano que se encontrou com Snowden contou que ele está disposto a enfrentar as consequências de seu ato após revelar essa série de documentos que abalou o governo Obama e colocou a diplomacia norte-americana em crise.

Na entrevista que gravou com Greenwald, o ex-funcionário da CIA disse que questionava a operação PRISM e que acreditava que o público deveria ter conhecimento do programa para decidir se essa prática era ou não legal.

Conexão Brasil

Nas novas revelações feitas por Greenwald, que aos poucos analisa e divulga os documentos repassados a ele por Snowden, o Brasil aparece como um dos países mais vigiados do mundo. Segundo o jornalista, a razão disso pode ser a coleta de dados que trafega através do Brasil, já que toda a rede de comunicação está interligada.

De acordo com Greenwald, “não temos acesso ao sistema da China, mas temos acesso ao sistema do Brasil. Então estamos coletando o trânsito do Brasil não porque queremos saber o que um brasileiro está falando para outro brasileiro, mas porque queremos saber o que alguém na China está falando com alguém no Irã, por exemplo”.

O governo brasileiro reagiu imediatamente à reportagem e pediu explicações ao governo americano sobre a espionagem no país. As solicitações foram feitas através da Embaixada do Brasil em Washington e também ao embaixador dos Estados Unidos no Brasil.

O Itamaraty vai lançar ainda iniciativas na Organização das Nações Unidas (ONU) e na União Internacional de Telecomunicações (UIT) pedindo o estabelecimento de normas de segurança e de comportamento em relação à preservação da privacidade dos canais de comunicação dos países.

Internamente, o governo brasileiro solicitou à Anatel, em conjunto com a Polícia Federal, uma investigação para saber se as empresas sediadas no Brasil divulgaram dados de brasileiros à Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (a NSA).

Fonte: O Globo. Correio braziliense.

Google aposta em novos formatos multimídia de imagem e vídeo (WebP e VP9)

Formato WebPOs formatos JPG, PNG e MP4 viraram padrões na web, mas a Google pretende oferecer mais alternativas para melhorar os tempos de carregamento das páginas. Segundo a informação revelada durante o Google I/O 2013, a companhia quer forçar algumas mudanças quanto a esses tipos de arquivos com a introdução do WebP e do VP9.

O WebP é um formato de imagem que promete qualidade similar a de um JPG e que consegue ter seu tamanho reduzido em até 31%. Além dessas vantagens, este tipo de arquivo conta com suporte para animações (assim como os GIFs) e ainda pode aproveitar a transparência — funcionalidade comum nos arquivos de imagem PNG.

Formato VP9

Já o VP9 é um codec que visa substituir o H.264, o qual é usado em arquivos MP4. O VP9 ainda oferece uma série de vantagens, visto que ele tem qualidade comparável aos itens codificados com o H.264 e consegue reduzir 63% do tamanho dos arquivos. Segundo o CNET, a Google deve começar a introduzir esse componente no YouTube depois do dia 17 de junho.

Fonte: Google Developers, CNET

YOUTUBE TERÁ CANAIS PAGOS

CANAIS-PAGOS-YOUTUBEAs suspeitas se confirmaram. O YouTube começará a ter canais pagos, como anunciado pelo popular site de vídeos em seu blog oficial.

A partir desta quinta-feira, 9 de maio, 53 canais parceiros da empresa já estão oferecendo seu conteúdo por assinatura, com preços a partir de US$ 0,99 por mês. No Brasil, no entanto, o canal mais barato custa R$ 4 mensais, enquanto o mais caro sai por R$ 12. O canal da Vila Sésamo, por exemplo, oferecerá episódios completos quando for oficializado.

Todos os canais pagos oferecerão um período de 14 dias para que os usuários possam experimentar o conteúdo antes de firmar o pagamento. Os canais ainda podem oferecer descontos para uma assinatura anual, segundo o YouTube.

O YouTube afirma que desde 2007 o grupo estabeleceu o programa de parceria, para permitir que os usuários monetizassem seu conteúdo. Entretanto, “um dos pedidos mais frequentes destes parceiros é mais flexibilidade na geração de renda com distribuição de conteúdo”, afirma a empresa.

Apenas alguns canais têm o novo recurso como forma de teste para a nova funcionalidade, mas o YouTube já abriu uma via para que parceiros possam se candidatar. Para isso, basta se cadastrar e preencher este formulário. O pedido será avaliado pela equipe do YouTube.

Categorias:INTERNET Tags:

CISPA, A NOVA AMEAÇA À PRIVACIDADE NA INTERNET

CISPAnova-ameaça-a-privacidade-na-internetSOPA, PIPA, ACTA… estas siglas geram muita polêmica na internet e são vistas pelos ativistas como uma forma de invasão da privacidade da internet. Até hoje, no entanto, nenhuma dessas leis foram, de fato, colocadas em vigor, devido aos protestos em torno de sua aprovação, mas está surgindo um novo perigo para a liberdade virtual: a CISPA.

O Cyber Intelligence Sharing and Protection Act (Ato de Proteção de Compartilhamento de Ciberinteligência) está em trâmite no legislativo americano e já enfrenta bastante resistência de entidades como a Electronic Frontier Foundation e até mesmo o grupo hacker Anonymous. Eles acusam a nova lei de ser uma nova tentativa do governo americano de passar uma lei que infrinja a liberdade individual das pessoas na internet.

A lei, a princípio, é uma medida para combate ao cibercrime, para vigiar hackers e outras atividades ilícitas na internet. O acordo envolve o repasse de informações dos clientes de grandes empresas para o governo, “desde que haja boa fé”, cita o texto da lei.

Não é difícil perceber qual é o problema que ativistas estão vendo nesta questão. A diretora de ativismo da EFF, Rainey Reitman, alega que a legislação é muito vaga, e não especifica quais tipos de informações são privadas e quais podem ser repassadas.

A organização teme que os dados pessoais sejam informados ao governo sem qualquer tipo de vigilância judicial, já que não se estabelece um limite do que pode ser repassado. Desta forma “empresas podem ler seus e-mails, monitorar os sites que você visita, os downloads que você faz, e repassar estes dados ao governo, sem responsabilidade”, diz Reitman em artigo.

O grande temor, obviamente, é que o governo americano utilize estas informações não apenas como forma de combate ao crime, mas como uma maneira de vigiar o comportamento dos cidadãos do país e de outras nações pelo mundo, já que não são poucos usuários ao redor do mundo que utilizam serviços de empresas americana, como o Google, por exemplo.

O Anonymous também já se manifestou contra a CISPA convocou um “apagão” na última segunda-feira, 22 de abril . O grupo de hackers pediu a desenvolvedores de sites de todo o mundo tirassem seus sites do ar como um protesto à lei. Mais de 400 sites aderiram à causa. Para eles, a CISPA pode permitir que grandes empresas como Facebook, Twitter e Google compartilhem informações com o governo dos EUA.

Na última semana, a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou a lei de segurança cibernética que permite a qualquer empresa compartilhar informações dos seus clientes com órgãos do governo em investigações de ameaças digitais.

A CISPA foi aprovada por 288 votos (92 Democratas e 196 Republicanos) contra 127 na Câmara. Agora a lei tentará novamente passar pelo crivo dos senadores antes de ser sancionada pelo presidente Obama.

PROCON ATUALIZA A LISTA DE SITES NÃO CONFIÁVEIS PARA COMPRAR!

Órgão-de-defesa-do-consumidor-dá-orientação-para-compras-via-Internet1Atenção, fiquem atentos, o PROCON atualizou a lista de sites não confiáveis para comprar!

Segundo o Procon-SP, ganhou 71 endereços nesta segunda-feira, 22. Agora já são 275 sites desde 2011, quando a seleção começou a ser feita. (Clique aqui para ver a lista)

Com o título “Evite esses sites”, o órgão identifica as páginas nos grupos “fora do ar” ou “no ar” e informa seus respectivos números do CNPJ ou CPF e razões sociais.

Segundo o Procon-SP, as principais reclamações dos consumidores dizem respeito a irregularidades  como a falta de entrega dos produtos e a ausência de soluções para este problema.

“Denunciamos os casos ao Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) e ao Comitê Gestor da Internet (CGI), mas o mais importante é que o consumidor consulte essa lista antes de fechar uma compra pela internet”, afirma o diretor executivo do Procon, Paulo Arthur Góes.

Segundo ele, o rastreamento dos fornecedores virtuais se torna complexo porque as lojas não mantêm cadastros em órgãos oficiais, como a Receita Federal, o Registro BR e a Junta Comercial.

 

Para sanar eventuais dúvidas antes de comprar produtos via internet, o Procon-SP disponibiliza em seu site o “Guia de Comércio Eletrônico“.

Abraços.

A CONEXÃO DE INTERNET MAIS RÁPIDA DO MUNDO POR R$ 100

NURO-2GBPSO Japão já tem tradição em possuir as conexões de internet mais rápidas e pelos menores valores!

O provedor de internet japonês So-net lançou um serviço de banda larga com velocidade de 2 Gbps – atualmente, a mais rápida do mundo para uso doméstico. A empresa, que faz parte do grupo Sony, começou a oferecer hoje (15) o seu serviço de fibra óptica batizada de Nuro para casas, apartamentos e pequenas empresas em Tóquio e mais seis cidades vizinhas.

O serviço vai custar 4.980 ienes por mês (100 reais, aproximadamente) em um contrato de dois anos, além de uma taxa de instalação de 52.500 ienes (por volta de 1 mil reais) que está sendo oferecida gratuitamente para quem se inscrever online.

A velocidade de upload é de 1 Gbps. O serviço inclui o aluguel de uma unidade de rede óptica (ONU, na sigla em inglês), projetada especialmente para trabalhar com altas velocidades (a ONU converte a fibra em internet banda larga).

Apoio e facilidade

O governo japonês tem apoiado fortemente as conexões de fibra para residências particulares e, como resultado, o país está agora entre os líderes mundiais da tecnologia. Cerca de 25% dos lares japoneses contam com conexões de fibra, a segunda maior taxa do mundo, atrás apenas dos Emirados Árabes Unidos, com 70%.

O serviço de fibra está sendo implantado com facilidade em Tóquio porque grande parte da população mora em apartamentos “bem construídos”. Segundo a própria So-net, o serviço usa o sistema de rede óptica passiva (PON, na sigla em inglês), que suporta até 2,488 Gbps.

Fonte: So-net, The Verge